TÓPICO ESPECIAL: AÇÃO DE GRAÇAS

I. Introdução

A. Esta é a atitude apropriada dos crentes para com Deus:

1. Esta é fonte do nosso louvor a Deus através de Cristo

a. II Coríntios 2.14

b. II Coríntios 9.15

c. Colossenses 3:17

2. Este é motivo apropriado para o ministério, I Co 1.4

3. Este é o tema contínuo do céu:

a. Apocalipse 4.9

b. Apocalipse 7.12

c. Apocalipse 11.17

4. Este é o tema contínuo dos crentes

a. Colossenses 2.7

b. Colossenses 3.17

c. Colossenses 4.2

II. Material Bíblico

A. Antigo Testamento

1. Duas palavras básicas

a. yadah (BDB 392), que significa louvr

b. todah (BDB 392), que significa ação de graças. É geralmente usado para sacrifícios oferecidos (cf. II Cr 29.31; 33.16)

2. Davi nomeou levitas especiais para louvar e agradecer a Deus. Isto foi continuado por Salomão, Ezequias e Neemias.

a. I Crônicas 16.4, 7, 41

b. I Crônicas 23.30

c. I Crônicas 25.3

d. II Crônicas 5.13

e. II Crônicas 7.6

f. II Crônicas 31.2

g. Neemias 11.12

h. Neemias 12.24, 27. 31, 38, 46

3. O Saltério é a coleção dos louvores e ações de graças de Israel.

a. Ação de graças a YHWH por Sua fidelidade à Aliança

(1) Salmo 107.8

(2) Salmo 103.1ss

(3) Salmo 138.2

b. Ação de graças era parte do cortejo para o templo

(1) Salmo 95.2

(2) Salmo 100.4

c. Ação de graças acompanhava os sacrifícios

(1) Salmo 26.7

(2) Salmo 122.4

d. Ação de graças pelas ações de YHWH

(1) Libertação dos inimigos

(a) Salmo 7.17

(b) Salmo 18.49

(c) Salmo 28.7

(d) Salmo 35.18

(e) Salmo 44.8

(f) Salmo 54.6

(g) Salmo 79.13

(h) Salmo 118.1, 21, 29

(i) Salmo 138.1

(2) Libertação da prisão (metáfora), Salmo 142.7

(3) Libertação da morte

(a) Salmo 30.4, 12

(b) Salmo 86.12, 13

(c) Isaías 38.18, 19

(4) Ele humilha o ímpio e exalta o justo

(a) Salmo 52.9

(b) Salmo 75.1

(c) Salmo 92.1

(d) Salmo 140.13

(5) Ele perdoa

(a) Salmo 30.4

(b) Isaías 12.1

(6) Ele provê para o Seu povo

(a) Salmo 106.1ss

(b) Salmo 111.1

(c) Salmo 136.1, 26

(d) Salmo 145.10

(e) Jeremias 33.11

B. Novo Testamento

1. A palavra principal para graças e ação de graças (algumas referências)

a. eucharisteō (cf. I Co 14.14; 10.30; 11.24; 14.17, 18; Cl 1.3, 12; 3.17

b. eucharistos (cf. I Cl 3.15)

c. eucharistia (cf. I Co 14.16; II Co 4.15; 9.11, 12; Cl 2.7; 4.2)

d. charis (cf. I Co 15.57; II Co 2.14; 8.16; 9.15; I Pe 2.19)

2. O exemplo de Jesus

a. Ele era agradecido pela comida:

(1) Lucas 22.17, 19 (I Co 11.24)

(2) João 6.11, 23

b. Ele era agradecido pela oração respondida, João 11.41

3. Outros exemplos de gratidão

a. Pelo dom de Deus de Cristo, II Co 9.15

b. Pela comida

(1) Atos 27.35

(2) Romanos 14.6

(3) I Coríntios 10.30; 11.24

(4) I Timóteo 4.3, 4

c. Pela cura, Lucas 17.16

d. Pela paz, Atos 24.2, 3

e. Pela libertação do perigo

(1) Atos 27.35

(2) Atos 28.15

f. Por todas as circunstâncias, Filipenses 4.6

g. Por todos os seres humanos, especialmente os líderes, I Timóteo 2.1, 2

4. Outros aspectos da gratidão

a. É a vontade de Deus para todos os crentes, I Tessalonicenses 5.18

b. É uma evidência do viver cheio do Espírito, Efésios 5.20

c. Negligenciá-la é pecado

(1) Lucas 17.16, 17

(2) Romanos 1.21

d. É um antídoto para o pecado, Efésios 5.4

5. Gratidão de Paulo

a. Suas bênçãos sobre a igreja

(1) por proclamar o evangelho

(a) Romanos 1.8

(b) Colossenses 1.3, 4

(c) Efésios 1.15, 16

(d) I Tessalonicenses 1.2

(2) pela graça concedida

(a) I Coríntios 1.4

(b) II Coríntios 1.11; 4.15

(3) por aceitar o evangelho, I Tessalonicenses 2.13

(4) pela comunhão na propagação do evangelho, Filipenses 1.3-5

(5) pelo crescimento na graça, II Tessalonicenses 1.3

(6) pelo conhecimento da eleição, II Tessalonicenses 2.13

(7) pelas bênçãos espirituais, Colossenses 1.12; 3.15

(8) pela liberalidade em dar, II Coríntios 9.11, 12

(9) pela alegria sobre os novos crentes, I Tessalonicenses 3.9

b. Sua ação de graças pessoal

(1) por ser um crente, Colossenses 1.12

(2) pela libertação da servidão ao pecado, Romanos 7.25; II Co 2.14

(3) pelo trabalho sacrificial dos outros crentes, Romanos 16.4; II Co 8.16

(4) por alguns atos que não ocorreram, I Coríntios 1.14

(5) pelo dom espiritual pessoal, I Coríntios 14.18

(6) pelo crescimento espiritual dos amigos, Filemom 4, 5

(7) pela força física para o ministério, I Timóteo 1.12

III. Conclusão

A. Ação de graças é uma resposta central para Deus uma vez que somos salvos. Resulta não só em assentimento verbal, mas em gratidão de estilo de vida.

B. Ação de graças em todas as coisas é a meta de uma vida madura no cuidado de Deus (cf. I Ts 5.13-18)

C. Ação de graças é um tema recorrente tanto do Antigo quanto do Novo Testamento. É um dos seus temas?



Copyright © 2014 Bible Lessons International