TÓPICO ESPECIAL: OS DOIS LIVROS DE DEUS

 

A. Deus se revelou de duas maneiras

1. a natureza (i.e., a criação, cf. Sl 19.1-6 chamada “revelação natural”)

2. a Escritura (cf. Sl 19.7-14 chamada “revelação especial”)

É por isso que eu não acho que em última análise haveria um conflito entre ciência e fé, toda verdade é verdade de Deus. Por favor, veja meu comentário sobre Gênesis 1-11 online gratuito em www.freebiblecommentary.org

 

B. Há dois livros mencionados na Bíblia em Dn 7.10 e Ap 20.12

1. O "livro de escrituras" contém todos os motivos dos seres humanos, tanto bons quanto maus. Num sentido é uma metáfora da memória de Deus e que um dia todos os seres humanos darão conta ao seu Criador da sua mordomia do dom da vida.

a. Salmo 56.8; 139.16

b. Isaías 65.6

c. Malaquias 3.16

d. Ap 20.12, 13

2. O “livro da vida” lista aqueles que têm um relacionamento de fé/arrependimento/obediente com YHWH/Jesus. Isto é uma metáfora da memória de Deus daqueles que são remidos e ligados ao céu.

a. Êxodo 32.32, 33

b. Salmo 69.28

c. Isaías 4.3

d. Daniel 12.1

e. Filipenses 4.3

f. Hebreus 12.23

g. Apocalipse 3.5; 13.8; 17.8; 20.12, 15; 21.27

h. Também mencionado em I Enoque 47.3; 81.1, 2; 103.2; 108.3

Esses livros representam a fidelidade de Deus à Sua Palavra. Para aqueles que se rebelam e recusam, Ele lembra; para aqueles que se arrependem, crêem, obedecem, servem e perseveram, Ele esquece (cf. Sl 103.11-13; Is 1.18; 38.17; 43.25; 44.22; Miquéias 7.19). Há certeza e confiança abundante no caráter, promessas e provisões imutáveis, misericordiosas de Deus. Deus é digno de confiança!