TÓPICO ESPECIAL: PEDRA ANGULAR

 

I. Usos do AT

A. O conceito de uma pedra como um item resistente e durável que fazia uma boa fundação era usado para descrever YHWH (cf. Jó 38.6; Sl. 18.2 usa duas palavras para "pedra", BDB 700, 849).

B. Depois desenvolveu-se num título messiânico (cf. Gn 49.24; Sl 118.22; Is 28.16).

C. O termo "pedra" ou "rocha" passou a representar um juízo de YHWH do Messias (cf. Is 8.16 [BDB 6 “construir” BDB 103]; Dan. 2.34-35,44-45 [BDB 1078]).

D. Isto se desenvolveu numa metáfora de construção.

1. pedra de fundação, a primeira colocada, que era segura estabelecia os ângulos para o resto do edifício, chamada "pedra angular”

2. poderia também referir-se à pedra final colocada no lugar, que mantém as paredes unidas (cf. Zc 4.7; Ef 2.20, 21), chamada "cabeça de esquina”, do hebraico rush (cabeça)

3. poderia referir-se à "pedra principal”, que está no centro do arco do vão da porta e suporta o peso da parede toda

II. Usos do NT

A. Jesus citou o Sl 118 várias vezes em referência a Si mesmo (cf. Mt 21.41-46; Marcos 12.10, 11; Lc 20.17)

B. Paulo usa o Sl 118 em conexão com a rejeição de YHWH do Israel rebelde e incrédulo (cf. Rm 9.33)

C. Paulo usa o conceito de uma "pedra angular” em Ef 2.20-22, em referência a Cristo

D. Pedro usa este conceito de Jesus em I Pe 2.1-10. Jesus é a pedra angular e os crentes são as pedras vivas (i.e., os crentes como templos, I Cor. 6.19), edificados nEle (i.e., Jesus é o novo Templo, cf. Marcos 14.58; Mt 12.6; João 2.19, 20). Os judeus rejeitaram a exata fundação da sua esperança quando rejeitaram a Jesus como Messias.

III. Declarações Teológicas

A. YHWH permitiu a Davi/Salomão construir um templo. Ele lhes disse que se eles guardassem a aliança, Ele os abençoaria e estaria com eles (cf. II Samuel 7), mas se eles não guardassem, o templo estaria em ruínas (cf. I Rs 9.1-9)!

B. O judaísmo rabínico focou na forma e no ritual, e negligenciou o aspecto da fé pessoal (cf. Jr 31.31-34; Ez 36.22-38). Mas Deus busca um relacionamento piedoso, diário, pessoal com os que foram criados à Sua imagem (cf. Gn 1.26, 27). Lucas 20.17, 18 contém palavras assustadoras de juízo, como faz Mt 5.20, dirigidas ao judaísmo.

C. Jesus usou o conceito de um templo para representar Seu corpo físico (cf. João 2.19-22). Isto continua e expande o conceito de que a fé pessoal em Jesus como o Messias é a chave para o relacionamento com YHWH (i.e., João 14.6; I João 5.10-12).

D. A salvação é destinada a restaurar a imagem danificada de Deus nos seres humanos (Gn 1.26, 27 e capítulo 3) de modo que a comunhão com Deus seja possível. O alvo do cristianismo é a semelhança com Cristo agora. Os crentes devem tornar-se pedras vivas (i.e., pequenos templos edificados sobre/modelados por Cristo).

E. Jesus é o fundamento da nossa fé e a pedra principal da nossa fé (i.e., o Alfa e o Ômega). Contudo também a pedra de tropeço e a rocha de escândalo (Isa. 28.16). Perdê-Lo é perder tudo. Não pode haver meio termo aqui!