TÓPICO ESPECIAL: Pesos e Volumes do Antigo Oriente Próximo (Metrologia)

Os pesos e mediadas usados no comércio eram cruciais numa economia agrícola antiga. A Bíblia insta os judeus a serem justos nos seus negócios uns com os outros (cf. Lv 19.35, 36; Dt 25.13-16; Pv 11.1; 16.11; 20.10). O problema real não era a honestidade, mas os termos e sistemas não padronizados usados na Palestina. Parece que havia dois conjuntos de pesos; um "leve” e um "pesado” de cada quantidade (veja The Interpreter’s Dictionary of the Bible [O Dicionário do Intérprete da Bíblia], vol. 4, p. 831). Também o sistema decimal (base de 10) do Egito tinha sido combinado com o sexagesimal (base de 6) da Mesopotâmia.

Muitos dos "tamanhos” e "quantidades” usados eram baseados em partes do corpo humano, cargas de animais e recipientes do fazendeiro, nenhum dos quais eram padronizados. Portanto, os gráficos são apenas estimações e são conjecturais. A maneira mais fácil de mostrar pesos e medidas é em um gráfico relacional.

I. Termos de volume usados freqüentemente

A. Medidas secas

1. Ômer (BDB 330, possivelmente uma "carga de jumento”, BDB 331), e.g. Lv 27.16; Oséias 3.2

2. Letekh (ou lethech, BDB 547, possivelmente aludido em Oséias 3.2)

3. Efa (BDB 35), e.g. Êx 16.36; Lv 19.36; Ez 45.10, 11, 13, 24

4. Sea (BDB 684), e.g. Gn 18.6; I Sm 25.18; I Rs 18.32; II Rs 7.1, 16, 18

5. Gômer (BDB 771 II, possivelmente "um molho” [uma carreira de grãos caídos], BDB 771 I), e.g., Êx 16.16, 22, 36; Lv 23.10-15

6. Issarôn (BDB 798, "a décima parte de um efa), e.g., Êx 29.40; Lv 14.21; Nm 15.4; 28.5, 13

7. Cabo (ou Kabo, BDB 866), cf. II Rs 6.25

B. Medidas Líquidas

1. Coro (BDB 499), e.g., Ez 45.14 (pode ser uma medida seca, cf. II Cr 2.10; 27.5)

2. Bato (BDB 144 II), e.g., I Rs 7.26, 38; II Cr 2.10; 4.5; Is 5.10; Ez 45.10, 11, 14

3. Him (BDB 228), e.g., Êx 29.40; Lv 19.36; Ez 45.24

4. Logue (BDB 528), cf. Lv 14.10, 12, 15, 21, 24

C. Gráfico (tirade do Roland deVaux, Israel Antigo, vol. 1, p. 201 e Enciclopédia Judaica, vol. 16, p. 379)

 

ômer (seco) = coro (líquido ou seco)

1

 

 

 

 

 

 

efa (seco) = bato (líquido)

10

1

 

 

 

 

 

sea (seco)

30

3

1

 

 

 

 

him (líquido)

60

6

2

1

 

 

 

ômer/issarôn (seco)

100

 10

 -

 -

 1

 

 

cabo/kabo (seco)

180

 18

 6

 3

 -

 1

 

logue (líquido)

720

 72

 24

 12

 -

4

1

 II. Termos de peso usados mais freqüentemente

A. Os três pesos mais comuns são o talento, o siclo e a gera.

1. O maior peso no AT é o talento. De Êx 38.25, 26 nós aprendemos que um talento equivale a 3.000 siclos (i.e., "peso arredondado”, BDB 503).

2. O termo siclo (BDB 1053, "peso”) é usado tão freqüentemente que é suposto, mas não afirmado no texto. Há vários valores do siclo mencionado no AT.

a. "padrão comercial” (NASB de Gn 23.16)

b. "o siclo do santuário” (NASB de Êx 30.13)

c. "pelo peso do rei” (NASB de II Sm 14.26, também chamado "peso real” nos papiros elefantinos.

3. A gera (BDB 176 II) é avaliada em vinte por siclo (cf. Êx 30.13; Lv 27.25; Nm 3.47; 18.16; Ez 45.12). As proporções variam da Mesopotâmia para o Egito. Israel seguia a avaliação mais comum em Canaã (ugarítico).

4. A mina (BDB 582) é avaliada em ou 50 ou 60 siclos. Este termo é encontrado principalmente nos livros mais recentes do AT (i.e., Ez 45.12; Ed 2.69; Ne 7.71, 72). Ezequiel usou o 60 para 1proporção, enquanto Canaã usava o 50 para 1 proporção.

5. A beca (BDB 132, "metade de um siclo”, cf. Gn 24.22) é usada duas vezes no AT (cf. Gn 24.22; Êx 38.26) e é avaliada na metade de um siclo. Seu nome significa "dividir”.

B. Gráfico

1. Baseado no Pentateuco

 

Talento

1

 

 

 

Mina

60

 1

 

 

Siclo

3.000

 50

 1

 

Beca

6.000

 100

 2

 1

Gera

60.000

 1.000

 20

 10

2. Baseado em Ezequiel

 

Talento

1

 

 

 

 

Mina

60

 1

 

 

 

Siclo

3.600

 60

 1

 

 

Beca

7.200

 120

 2

 1

 

Gera

72.000

 1.200

 20

 10

 1

 

Copyright © 2014 Bible Lessons International