TÓPICO ESPECIAL: A SERPENTE

 

A. O termo "serpente" é Nachash (BDB 638, KB 690 I). Tem várias possíveis etimologias.

1. Haste Kal– "sibilar" (cf. Jer. 46.22)

2. Haste Piel– "sussurrar" como em feitiçaria ou adivinhação (cf. Lev. 19.26; Deut. 18.10; 2 Rs. 21.6)

3. De 4:22 – "brilhar" possivelmente relacionado com o termo "bronze"(BDB 638, KB 690 II)

4. Da raiz árabe – "rastejar" (BDB 267, KB 267 I, cf. Deut. 32.24)

B. O ARTIGO DEFINITIVO está presente que mostra uma cobra particular ou entidade personificada.

C. A literalidade da serpente é reforçada por

1. É listada como apenas uma das bestas do campo que Deus tinha criado. Gen. 3.1.

2. Sua punição como um animal literal.

3. É mencionada especificamente no NT, II Co 11.3 e I Tm 2.13, 14.

D. A serpente foi especificamente identificada com Satanás (veja Tópico Especial: Satanás) em

1. O livro intertestamentário de "Sabedoria," 2.23-24. "Pois Deus criou o homem para ser imortal; . . . todavia, pela inveja do Diabo veio a morte ao mundo".

2. Irineu (aproximadamente 130-202 A.D.)

3. Apocalipse 12.9; 20.2

4. Esta identificação é ausente do AT mesmo porque não discute Gênesis 3 ele não estabelece as implicações de Gênesis 3 como Paul faz. Não mesmo mencionado ou interpretado em qualquer outro livro do AT.

E. Por que Satanás não é especificamente nomeado? A ênfase do texto é sobre responsabilidade da humanidade, não na tentação sobrenatural. Em Romanos 1-3 onde a pecaminosidade do homem é a apresentada e 4-8 onde seus efeitos são observados, Satanás nunca é mencionado.

F. Há uma possibilidade real de que a serpente de Gênesis 3 representa o monstro Caos do Mito Sumério, Babilônico(veja Tópico Especial: Leviatan). Essa imagem é usada na Bíblia (cf. Jó 26.13; 41.1-34; Sl 74.14; Isa 27.1; Amós 9.3), mas sem a realidade de sua mitologia pagã (ver GB Caird, The Language and Imagery of the Bible [A Linguagem e Imagens da Bíblia], o capítulo 13, "The Language of Myth", pp. 219-242).