TÓPICO ESPECIAL: ARREPENDIMENTO

Arrependimento (junto com fé) é uma exigência pactual tanto da Antiga Aliança (Nacham, BDB 636, e.g., 13.12; 32.12, 14; Shuv, BDB 996, e.g., I Rs 8.47; Ez 14.6; 18.30; Veja o Tópico Especial: Arrependimento [AT]) quanto da Nova Aliança.

1. João Batista (Mt 3.2; Marcos 1.4; Lucas 3.3, 8)

2. Jesus (Mt 4.17; Marcos 1.15; Lucas 5.32; 13.3, 5; 15.7; 17.3)

3. Pedro (Atos 2.38; 3.19; 8.22; 11.18; II Pe 3.9)

4. Paulo (Atos 13.24; 17.30; 20.21; 26.20; Rm 2.4; II Co 2.9, 10)

Mas o que é arrependimento? É tristeza espiritual? É uma cessação de pecado? O melhor capítulo do NT para compreender as diferentes conotações deste conceito é II Coríntios 7.8-11, onde termos gregos relacionados, mas diferentes, são usados.

1. “tristeza” (lupeō, cf. V. 8 [duas vezes], 9 [três vezes], 10 [duas vezes], 11). Significa pesar ou sofrimento e tem uma conotação teológica neutra.

2. “arrependimento” (metanoeō, cf. V. 9, 10). É um composto de “depois” e “mente, que implica uma nova mente, uma nova maneira de pensar, uma nova atitude para com a vida e Deus. Isto é verdadeiro arrependimento.

3. “arrepender-se” (metamelomai, cf. V. 8 [duas vezes], 10). É um composto de “depois” e “cuidado”. É usado para Judas em Mt 27.3 e Esaú em Hb 12.16, 17. Implica tristeza sobre as conseqüências, não sobre os atos.

Arrependimento e fé são atos pactuais exigidos (cf. Marcos 1.15; Atos 2.38, 41; 3.16, 19; 20.21). Há alguns textos que implicam que Deus concede arrependimento (cf. Atos 5.31; 11.18; II Tm 2.25). Mas a maioria dos textos vê isto como uma resposta pactual humana necessária à oferta de uma salvação gratuita de Deus.

As definições de ambos os termos hebraicos e gregos são exigidos para compreender o sentido completo de arrependimento. O termo hebraico exige "uma mudança de ação”, enquanto o grego exige "uma mudança de mente”. A pessoa salva recebe uma mente e coração novos (cf. Ez. 36.26-27). Ele pensa diferente e vive diferente. Em vez de "O que há nisso para mim!” a pergunta agora é "Qual é a vontade de Deus?” Arrependimento não é uma emoção que desaparece ou uma impecabilidade total, mas um novo relacionamento com O Santo que transforma o crente progressivamente num santo. Não é tanto o que se deixa de fazer ou desiste, mas um novo foco ou direção na vida. A Queda nos leva todos a enfrentar nós mesmos mas o evangelho nos permite encarar a Deus. O arrependimento é a mudança de e fé é a voltar-se para!



Copyright © 2014 Bible Lessons International