TÓPICO ESPECIAL: A TRINDADE

Observe a atividade de todas as três Pessoas da Trindade nos contextos unificados. O termo "trindade”, primeiro cunhado por Tertuliano, não é uma palavra bíblica, mas o conceito é difundido.

A. os Evangelhos

1. Mt 3.16, 17; 28.19 (e paralelos)

2. João 14.26

B. Atos – Atos 2.32, 33, 38, 39

C. Paulo

1. Rm 1.4, 5; 5.1, 5; 8.1-4, 8, 10

2. I Co 2.8-10; 12.4-6

3. II Co 1.21, 22; 13.14

4. Gl 4.4-6

5. Ef 1.3-14, 17; 2.18; 3.14-17; 4.4-6

6. I Ts 1.2-5

7. II s 2.13

8. Tito 3.4-6

D. Pedro – I Pe 1.2

E. Judas – vv. 20, 21

Uma pluralidade em Deus é sugerida no AT.

A. Uso de PLURAIS para Deus

1. O nome Elohim é plural (Veja Tópico Especial: Nomes Para A Divindade) mas quando usado para Deus sempre tem um verbo singular

2. "Nós” em Gênesis 1.26, 27; 3.22; 11.7

B. “O Anjo do Senhor” (Veja Tópico Especial: O Anjo do Senhor) era um representante visivel da Divindade

1. Gênesis 16.7-13; 22.11-15; 31.11, 13; 48.15, 16

2. Êxodo 3.2, 4; 13.21; 14.19

3. Juízes 2.1; 6.22, 23; 13.3-22

4. Zacarias 3.1, 2

C. Deus e Seu Espírito são separados, Gn 1.1, 2; Sl 104.30; Is 63.9-11; Ez 37.13, 14

D. Deus (YHWH) e Messias (Adon) são separados, Sl 45.6, 7; 110.1; Zc 2.8-11; 10.9-12

E. O Messias e o Espírito são separados, Zc 12.10

F. Todos os três são mencionados em Is 48.16; 61.1

A divindade de Jesus e a personalidade do Espírito causaram problemas para os cristãos primitivos, rigorosos, monoteístas (Veja Tópico Especial: Monoteísmo), primeiros crentes.

1. Tertuliano – subordinou o Filho ao Pai

2. Orígenes – subordinou a essência divina do Filho e do Espírito

3. Ário – negou Divindade ao Filho e Espírito

4. Monarquianismo – acreditava numa sucessiva manifestação cronológica do único Deus como Pai, Filho e Espírito

A trindade é uma formulação historicamente desenvolvida informada pelo material bíblico

1. a Divindade plena de Jesus, igual ao Pai, foi afirmada em 325 A.D. pelo Concílio de icéia (cf. João 1.1; Fp 2.6; Tito 2.13)

2. A personalidade e divindade plena do Espírito igual ao Pai e ao Filho foram afirmadas em 381 A.D. pelo Concílio de Constantinopla

3. A doutrina da trindade é plenamente expressa na obra de Agostinho De Trinitate

Há verdadeiramente mistério aqui. Mas o NT parece afirmar uma essência divina (monoteísmo) com três manifestações pessoais eternas( Pai, Filho, e Espírito).



Copyright © 2014 Bible Lessons International