TÓPICO ESPECIAL: CÉU

O termo hebraico (BDB 1029, KB 1559, traduzido "paraíso", "céu", "firmamento", "ar") pode referir-se a várias coisas (i.e. uma série de cúpulas ou esferas da criação):

1. Em Gn 1.8-20 refere-se à atmosfera acima da terra onde as nvens se movem e os pássaros voam.

2. Esta abóboda (cf. Gn 1.6, 20; Is 40.22; 42.5) acima da terra é onde Deus envia a chuva (i.e., "janelas do céu", cf. Sl 78.23-29; Ml 3.10 ou "os odres de água do céu", cf. Jó 38.37).

3. Esta abóboda é onde as estrela habitam e os planetas se movem. Poderia referir-se a todo o cosmo criado (bilhões e bilhões de galáxias).

4. Acima desta abóboda está a morada de Deus (i.e. o terceiro ou sétimo céu, veja Tópico Especial: Ceus). É o céu mais alto (e.g., Dt 10.14; I Rs 8.27, 30, 32; Sl 2.4; 148.4; Is 66.1).

5. As ênfases teológicas

a. Deus é o criador de tudo.

b. Ele controla a criação (i.e., luz e escuridão, chuva e seca).

c. Ele cria e coloca as luzes noturnas (sol, lua, estrelas, planetas, cometas).

d. Há esferas ou terrenos da realidade:

1) terra

2) acima da terra

3) invisível/angélico (cf. Cl 1.16)

4) a presença e morada de Deus

e. São todos conectados e controlados por Sua vontade



Copyright © 2014 Bible Lessons International