TÓPICO ESPECIAL: TIAGO, O MEIO IRMÃO DE JESUS

 

A. Ele era chamado "Tiago o Justo” e depois apelidado de "joelhos de camelo” porque constantemente orava sobre os joelhos (informação de Hegésipo, citado por Eusébio [Hist. Eccl. 2.23-24; 4-18]).

B. Tiago não era um crente até depois a ressurreição (cf. Marcos 3.21; João 7.5). Jesus apareceu a ele pessoalmente depois da ressurreição (cf. I Co 15.7).

C. Ele estava presente no cenáculo com os discípulos (cf. Atos 1.14) e possivelmente estava lá quando o Espírito veio no Pentecostes.

D. Ele era casado (cf. I Co 9.5).

E. Ele é referido por Paulo como uma coluna (possivelmente um apóstolo, cf. Gl 1.19; veja Tópico Especial: Enviar [apostello]) mas era não um dos Doze (cf. Gl 2.9; Atos 12.17; 15.13ss).

F. Em Antiguidades dos Judeus 20.9.1, Josefo diz que ele foi apedrejado em 62 A.D. por ordens dos saduceus do Sinédrio, enquanto uma outra tradição (dos escritores do segundo século, Clemente de Alexandria ou Hegésipo) diz que ele foi derrubado do muro do Templo.

G. Por muitas gerações depois da morte de Jesus, um parente de Jesus foi apontado líder da igreja em Jerusalém.

H. Ele foi autor do livro de "Tiago" no NT, e o irmão do autor do livro de "Judas" do NT (cf. Judas v. 1).